Por G1 PR e RPC Foz do Iguaçu

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um agente penitenciário, de 42 anos, foi preso nesta quarta-feira (7) suspeito de facilitar a entrada de telefones celulares e de fumo para presos da Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu 2 (PEF2), no oeste do Paraná.

Segundo a direção da unidade, o “kit cadeia” foi levado até a penitenciária pela mulher de um dos presos.

As bolsas com cerca de 20 telefones, carregadores, isqueiros, fumo e lâminas de barbear, explicou, deveriam ter sido revistadas como os demais produtos entregues por familiares aos detentos todas as quartas-feiras, o que não foi feito.

O crime foi descoberto depois de um dos agentes desconfiar da atitude da mulher, que quando chegou à unidade pediu para falar com o suspeito, para quem entregou o material.

O agente preso trabalha na PEF 2 desde 2008.

Ele foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil, onde foi ouvido e liberado após assinar um Termo Circunstanciado. Uma investigação interna também vai apurar o caso.

O suspeito deve responder por facilitação e prevaricação, crime cometido por agente público que se vale da função para benefício próprio.

Em nota, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) declarou condenar “toda e qualquer prática ilegal e que atente contra a segurança dos próprios agentes penitenciários, inclusive, maculando a imagem desses servidores públicos sérios e comprometidos com a segurança de toda sociedade”.

http://www.portalrtn.com.br/wp-content/uploads/2018/02/kitcadeiapef2.jpghttp://www.portalrtn.com.br/wp-content/uploads/2018/02/kitcadeiapef2-150x150.jpgR T NDestaquePoliciaPor G1 PR e RPC Foz do Iguaçu (Foto: Polícia Civil/Divulgação) Um agente penitenciário, de 42 anos, foi preso nesta quarta-feira (7) suspeito de facilitar a entrada de telefones celulares e de fumo para presos da Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu 2 (PEF2), no oeste do Paraná. Segundo a direção da...Portal de Notícias RTN